segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Retrato




Reconheço minhas fraquezas, meus erros, minha sensibilidade exagerada;
Sei que pago um preço muito alto pela minha sinceridade que as vezes atordoa.
Tenho meus medos, defeitos... Sou uma página que ainda não foi lida completamente!
Já fiz pessoas chorarem, magoei, julguei e fui além do que minha imaginação permitia. 
Mas eu sou feito de sentimentos e eles traduzem tudo o que sinto. 
Habito este corpo e dele me deleito e me abandono aos olhos de quem procura não somente o toque e sim o sopro do que o constitui realmente! 
Tenho meus porões sombrios e nem eu mesmo me atrevo a descer até eles... É preferível subir os degraus daquilo que me valoriza e passa despercebido aos alheios.
De tanto ser sentimento, me deparei com o vazio, mas nele eu desenho e crio meus planos, minhas forças se renovam e o colorido preenche o branco vácuo que o sustenta! 
E em meio à solidão que invade meu peito e na qual eu me sinto perdido, levanto a cabeça e caminho por aqueles que não podem caminhar, olho para o céu azul por quem não pode enxergar, escuto as risadas ou soluços de tristeza de quem não pode ouvir, eu alcanço com minhas mãos as flores que outros não podem colher, eu posso tocar o coração daqueles que não sabem ou não querem amar! 
Perguntas acaso se me amo? Sim, eu amo o meu jeito de ser, um jeito doce, um jeito de me entregar sem dúvidas àquilo que me move, mas que nem sempre posso ter... São os passos que é preciso dar, assim quando crianças começamos a aprender a andar! 
A trilha é longa e eu às vezes me desespero no meio do caminho... Mas mesmo sabendo que sou único neste mundo, sei também que existem outras pessoas com os mesmos desejos, sentimentos e qualidades; Porque meu amigo, não é fácil transpor montanhas... Mas eu prefiro tentar a deixar o meu castelo de areia à beira-mar!

Bruno Garcia

17 comentários:

  1. Bruno,

    Parabéns pelo seu texto. Ao ler sinto minha alma alimentada com sua expressões e emoções passadas pelos parágrafos. Sinto-me mergulhado num mar de prazer e de satisfação. Belíssimo mesmo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado Israel, é sempre um prazer escrever e encontrar quem assimila o que de mais verdadeiro trazemos dentro de nós: Os sentimentos, em todo seu esplendor!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. como sempre pura emoção ... eu compartilho de seus sentimentos, mas aprendi com a vida que a nossos sonhos e anseios devem ser intermediados pela razão ... assim nada do q se arrepender ... agimos em busca de nossas vidas ... por vezes podemos ser incompreendidos, isto faz parte ... mas como vc mesmo afirmou: "prefiro tentar a deixar o meu castelo de areia à beira-mar!"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por mais que a realidade seja dolorosa, as nossas tentativas também impulsionadas pelos sonhos de algo melhor nunca devem esmorecer...elas nos dão força para continuar e conquistar tudo aquilo que almejamos!
      Bjux

      Excluir
  4. Ola Bruno,

    Consigo ver leveza, emoção e verdade em seu texto...

    Você me passa uma lição de que mesmo diante dos momentos sombrios, sempre haverá a certeza de que temos recursos para transpor e superar!

    Belíssimo texto!

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gera, que bom que você gostou... fico feliz!
      Obrigado pelas palavras =)
      Beijo.

      Excluir
  5. Muito poderia divagar tentando comentar esse teu belíssimo texto.
    Mas prefiro simplesmente dizer o que sinto ao ler o que escreves.
    És um ser, um homem, apaixonante!
    Simples e totalmente assim!
    Forte e carinhoso abraço. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Alex, você é muito especial...saiba disso =)
      Beijos.

      Excluir
  6. Seu texto é uma catarse...mergulho na alma, mergulho sem volta.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Edilson, seja bem-vindo sempre =)
      Abração.

      Excluir
  7. Seu texto é uma catarse...mergulho na alma, mergulho sem volta.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Bem, pra variar me sinto hipnotizado pelo seu texto! (rs) A sucessão de tantas figuras, mesclada aos seus sentimentos, ao invés de embaçar a imagem que faço de você, ao contrário é como se te deixasse ainda mais transparente. O que falta pra você encontrar o amor? Talvez ter a consciência que a montanha mais difícil de ser transposta é aquela que existe dentro de nós mesmos...

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido, tenho a plena convicção de que transpor a montanha existente dentro de mim é algo certo...ousar...tentar...buscar...pois de minha parte sou assim como vc mesmo disse e com sua sensibilidade confirmou: Transparente! Talvez porque esta mesma transparência e sentimentos verdadeiros de alguma forma assusta as pessoas acostumadas ao ficar por ficar, a procurar na casca e não na essência o que faz de nós homens dignos, serenos, dispostos a doar o que de mais abundante temos: Amor... E este, quanto mais se doa (a quem de fato o merece) dificilmente se esgota, pois quanto mais doamos esta energia positiva de tão benéficos efeitos, mais recebemos do Universo e das afinidades pessoais de quem nos acompanha!
      Um grande abraço =)

      Excluir
  9. Eu adoro passar por aqui e "conversar" contigo... partilho de muitas das tuas observações e das tuas crenças também, a verdade e que cada um de nós faz o melhor que pode frente as situações que enfrenta.

    A vida as vezes é dura conosco, nos cobra posturas que as vezes não conseguimos vislumbrar, mas de qualquer forma, eu sempre acreditei que isso é o tempo! O Nosso tempo... em algum momento, as coisas acontecem... só temos que estar atentos e prontos!

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim meu amigo, é uma verdade o que você diz: Nosso tempo, estar atento....não deixar o momento passar...rsrsrsrs
      Grande abraço!

      Excluir
  10. Boa noite Bruno. Parabéns pela objetividade do seu blogue. Sinto que aqui é um espaço de paz, e de ótima leitura. Gostei tanto que já estou te seguido. Gostei muito do texto e me transportei para uma realidade que é minha, de sentimentos entre outras coisas. Se você gostar de poesias, te convido para visitar meu blogue somente de poesias de minha autoria.

    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    Grande abraço, do novo amigo e seguidor,
    Daniel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço sua visita e gentileza Daniel!
      Gosto muito de poesias, aliás, a intenção deste blog era divulgar o meu lado super romântico...rs
      Mas estou aprendendo ainda, colocando em prática e treinando a escrita também para coisas cotidianas mesmo, situações que ocorrem em nossas vidas e que apesar de aparentemente simples são muito complexas e nos fazem repensar muitas coisas! Este blog é novo e fico feliz que tenha gostado! Estarei sem dúvida alguma lhe seguindo tb;
      Grande abraço!

      Excluir

Obrigado pela visita!