sábado, 13 de dezembro de 2014

Chama





Guardo teu sorriso para me lembrar nos momentos difíceis; 
Teu cheiro para que as flores que insistem em ressaltar o próprio perfume me permitam distinguir seus sinais; 
O toque de tuas mãos quando meu corpo se sentir frio e longínquo; 
Teu beijo para que meus lábios ressecados não se partam em solidão; 
Teu olhar para quando a neblina se fizer inverno em meu caminho; 
Teu amor para que sinta viva dentro de mim a chama do desejo; 
Tua lembrança para que não me perca em meus próprios devaneios! 

Bruno Garcia

2 comentários:

  1. gente ele ressurge como a fênix ... distribuindo carinhos e volúpias ...

    ResponderExcluir
  2. Final de ano provoca tanta coisa na gente, não é mesmo? hehehehehehehe

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita!